Pages - Menu

quarta-feira, 2 de junho de 2010

AUPP visita: Oficina de Idéias

A estreia dessa nova sessão sobre mercado regional no blog tem por objetivo mostrar o que rola nas agências de publicidade de Santos, estreitando o espaço que existe entre os universitários e o mercado de trabalho aqui da região. Esperamos que vocês gostem e aproveitem as informações que aqui serão mostradas.

Na última segunda-feira, 31, nós estivemos na agência Oficina de Idéias e conversamos com Rafael Gonçalves, que estagiou no período de um ano e meio e se destacou na área de mídia. Ele se formou no final do ano passado e foi efetivado no começo deste ano.

Fizemos um bate-bola com Rafael, onde ele nos conta um pouco sobre o ambiente da agência e o seu funcionamento.

AUPP - Há quanto tempo a agência está no mercado?
Rafael - Está há 15 anos.

AUPP – Por que a escolha do nome?
Rafael - A escolha do nome foi baseada na frase: "A única oficina onde a ferramenta de trabalho é a criação e os veículos, de comunicação."

AUPP – Quantas pessoas trabalham na agência e quais sãos os setores em que eles atuam?
Rafael - 10 pessoas. Atendimento, criação, mídia.

AUPP – Qual a forma de seleção dos candidatos que concorrem a uma vaga?
Rafael - A escolha de novos funcionários acontece por indicação, pelo banco de currículos onde é feita uma seleção ou até mesmo nas faculdades.

AUPP – Além dos jobs, que outra forma a agência usa para se promover?
Rafael – Nossos meios de divulgação são: o site da agência e patrocínio de eventos como, por exemplo, os 10km da A Tribuna.

AUPP - Desde a inauguração, quais jobs tiveram mais destaque ou até viraram cases?
Rafael - Um dos jobs de maior destaque foi a campanha de inauguração reposicionamento do Anonimato Hotel de Campinas. O resultado foi tão bom que aumentou em mais de 100% o movimento do estabelecimento.

AUPP - O que a agência proporciona de diferente para seus clientes?
Rafael - O atendimento que é dado a ele. A agência procura dar sempre a melhor alternativa para solucionar o problema de comunicação.

AUPP – Quais são os principais clientes que a agência atende?
Rafael - Os principais clientes são Petrobrás e Porto de Santos.

AUPP – A agência já desenvolveu ou desenvolve algum trabalho de âmbito social?
Rafael - Hope Day: evento de dança comandado pela professora Letícia Gazal para fins beneficentes em 2005.

AUPP – A agência já participou de algum festival? Ganhou algum prêmio?
Rafael - Só participou de festivais de Santos.

AUPP – Com que frequência universitários procuram a agência para conhecer ou procurar o trabalho?
Rafael - São poucos universitários que procuram a agência, a maioria dos currículos é recebida via internet, principalmente das cidades de Guarujá e São Vicente.

AUPP – Como o estudante pode ter acesso à agência?
Rafael - Pode ligar e marcar horário.

AUPP – A agência desenvolve algum trabalho na área de social media?
Rafael - Como é uma área nova, estamos começando a implementar.

AUPP – O que a agência faz para que os seus profissionais estejam sempre se atualizando?
Rafael – Procuramos sempre nos atualizar com pesquisas na internet sobre assuntos da área, como o festival de Cannes ou cursos de atualização para a área de criação.

AUPP – Na sua visão, qual a importância da agência universitária na formação profissional?
Rafael - A agência universitária é fundamental, pois nela se adquire contato com o cliente, ou seja, é um estágio sensacional.

AUPP – Vocês já participaram de eventos promovidos pelas universidades de Publicidade e Propaganda?
Rafael – Somente do Fest’up, promovido pela APP, na FAAP.

AUPP – O que você acha que falta na universidade como um todo?
Rafael - Faltam agências universitárias, que nem todas possuem, e mais aula prática.

AUPP – Qual a dica que você deixa para quem está começando na profissão?
Rafael - Correr atrás da bola, de estágios, independente se você está no começo do curso.

AUPP – Indique um livro.
Rafael - Administração de Marketing, de Philip Kotler.

AUPP – Indique um filme.
Rafael – À Procura da Felicidade (2006), com o Will Smith. Pela mensagem de determinação que ele passa.

AUPP – Indique uma campanha nacional.
Rafael - A nova do Doritos: “Quer dividir algo com seus amigos? Divida um Doritos.”, aquela onde os atores estão brincando de jogo da verdade.

6 comentários:

  1. Eeee!! Demais! *-* Essa nova sessão vai ajudar muito os alunos a saberem um pouco mais sobre o mercado profissional, enriquecendo ainda mais seu conhecimento. Muito legal!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns iniciativa!

    ResponderExcluir
  3. Muito legal mesmo!! Faltava isso no blog. To curioso pra saber as próximas agências. =D

    ResponderExcluir
  4. AUPP - Desde a inauguração, quais jobs tiveram mais destaque ou até viraram cases?
    Rafael - Um dos jobs de maior destaque foi a campanha de inauguração do Anonimato Hotel de Campinas. O resultado foi tão bom que aumentou em mais de 100% o movimento do estabelecimento.

    LÓGICO QUE AUMENTOU EM 100%, SE INAUGUROU NÃO TINHA NINGUEM, SAIU DE 0 PRA 1 CLIENTE = 100% !!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela iniciativa, mas uma dica: cuidado ao escolher QUEM vai falar em nome da agência. O rapaz que "representou" a Oficina de Idéias mandou muito mal, talvez por ser ainda muito novo, com pouca experiência. É uma responsabilidade muito grande (para ambas as partes) deixar que um recém-formado no ano passado, recém-promovido a poucos meses, fale em nome da agência. As respostas dele, infelizmente, passam uma idéia de despreparo da agência - que não deve ser verdadeira. A resposta, por exemplo, sobre o "aumento de 100% numa campanha de inauguração" é de causar vergonha alheia. De resto, parabéns à AUPP!!!

    ResponderExcluir
  6. Bem observado, "Anônimos". Apenas queremos deixar claro que transcrevemos as respostas que nos foram passadas. E não escolhemos quem será entrevistado, as indicações são das próprias agências.

    Neste caso, o entrevistado teve o cuidado de consultar os responsáveis pela agência nas perguntas das quais ele não tinha conhecimento. Inclusive estas nos foram passadas por email.

    E hoje nos foi passado uma errata sobre a questão levantada. Na verdade não era uma campanha de inauguração e sim de reposicionamento.

    ResponderExcluir